Quarta, 12 de Junho de 2024 20:49
62 99885-9898
Anúncio
Saúde No limite

Hospital da Criança de Rio Preto sofre com superlotação no atendimento

O HCM atende hoje pacientes de 101 municípios que abrange a (DRS-15).

17/05/2024 14h56 Atualizada há 4 semanas
Por: Harley Pacola
Harley Pacola
Harley Pacola

O hospital infantil de Rio Preto (HCM) têm tido dificuldades para atender as crianças da cidade. Como apurou a reportagem da RP News, a maior cidade da Região Noroeste exemplos de superlotação pode ser visto em todas as unidades públicas de saúde, como na Santa Casa, UBSs e UPAs espalhadas pela cidade. O HCM atende hoje pacientes de 101 municípios que abrange a (DRS-15).

O HCM conta hoje com uma ocupação de leitos no limite de sua capacidade. De acordo com o diretor-executivo da Funfarme, Jorge Fares, o setor de enfermaria da instituição está com  136% e a UTI pediátrica registrou 150%. “Vamos precisar elaborar um plano junto com o município e o Estado para solucionar o mais rápido possível esse problema”, afirma.

A instituição infantil disse que não há estrutura física para incluir mais leitos. ” Fizemos construções, deliberamos áreas e ampliamos o número de UTIs para atender esses períodos sazonais, mesmo assim tem limites”, desabafa o diretor-administrativo do HCM Antônio Soares Souza.

Nessa época do ano aumentam os casos respiratórios como gripes, infecções e quadro de pneumonia. De acordo com a diretora clínica do HCM, Marina Catuta Ferreira Neves, aquela criança que precisa de um cuidado com menor complexidade poderia ser atendida em uma outra instituição, com isso acaba ocupando a vaga de uma criança com caso mais grave”, explica.

Segundo ele, uma reunião entre gestores da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Preto e a (DRS-15) deve ocorrer nos próximos dias para discutir uma saída para o problema da superlotação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.